domingo, fevereiro 14, 2010

Valentine's Day

Eu podia ouvir a chuva que caia lá fora bater na janela – e parecia que o céu estava despencando – e encostado no meu ouvido, eu podia ouvir o coração dele bater com calma, enquanto sentia minha cabeça mexer conforme a sua respiração. Em minhas mãos eu sentia sua pele quente e macia. Os braços dele estavam envoltos no meu corpo produzindo uma sensação de segurança que outros braços nunca causaram e seus dedos percorriam pequenos círculos em minhas costas despidas provocando leves arrepios. Eu percebia que ele me observava como se estivesse zelando pela minha paz e pelo meu sono. O perfume dele se difundia pelo ambiente junto com a brisa – que entrava por alguma pequena fresta da janela – e invadia minhas narinas, provocando leves movimentos do meu estômago e a aceleração do meu coração.
- Está acordada? – ele disse num sussurro.
Eu apoiei o queixo no peito dele e me deparei com aqueles olhos castanhos, tão cheios de vida, tão profundos que às vezes eu me perdia neles.
- Sim – eu disse em um tom sonolento.
Ele colocou atrás da minha orelha uma mecha de cabelo que estava caída sobre o meu rosto e ficou me observando por algum tempo.
- Eu te amo tanto – ele disse sussurrando.
- Eu também – eu mexi meus lábios sem produzir som.
Fiquei observando os seus olhos fecharem lentamente, senti suas mãos repousarem nos meus quadris e sua respiração tornar-se compassada. Deitei-me ao lado dele, aninhei meu corpo no dele e dormi.
Eu me sentia tão bem perto dele. Ele me mantinha aquecida, protegida e feliz. Eu não me imaginava amando ninguém dessa maneira além dele, ele era tudo o que me faltava.
Essa noite foi um daqueles momentos que nós não queremos esquecer de nenhum detalhe. O cheiro, o olhar, as palavras, o tom da voz dele, tudo se eternizou na minha mente. E essa é a perspicácia da vida, poder transformar pequenas coisas em grandes momentos.

10 comentários:

  1. adoooro esse! ficou mais lindo ainda! parabens meninass

    ResponderExcluir
  2. Ficou lindoooo! A cada dia escrevendo melhor hein. Parabens!

    ResponderExcluir
  3. "E essa é a perspicácia da vida, poder transformar pequenas coisas em grandes momentos." Parabéns pela iniciativa meninas!! Adorei o texto :D

    ResponderExcluir
  4. ohhhhhh ti bunny ahuahuahauha
    meninas apaixonadas *_*
    é por isso que eu nunca vou conseguir escrever um livro... no máximo vou no sofá da hebe pra conversar xD
    continuem com esse bom vocabulário, vcs tem talento pra isso =)

    ResponderExcluir
  5. Muito bom esse texto... continuem assim =D

    ResponderExcluir
  6. isso dai é crepusculo mano,ñ era pra ser da criatividade de vcs? ñ to vendo nd de criatividade ai

    ResponderExcluir
  7. Primeiramente, agradecemos os comentários educados de elogios e críticas, pq sempre deixamos muito claro que o nosso objetivo é aperfeiçoar o que escrevemos, e isso só acontece com críticas construtivas, então nosso MUITO OBRIGADA! Em segundo lugar, pessoas com uma cultura literária restrita podiam manter-se em seu lugar e quietas, ou pelo menos ter o mínimo de conhecimento para dizer que o que escrevemos é cópia de um best seller. Não seríamos burras ao ponto de plagiar algo correndo o risco se sermos processadas, ao contrário de pessoas que DIFAMAM outras sem provas e tb correm o risco de serem processadas. Mas infelizmente pessoas assim não mostram a cara para podermos responde-los a altura. Então ai fica nossa dica, vai ler Crepusculo antes de dizer que o escrevemos é uma cópia de tal, e mais uma colocação, não generalize toda cena romântica a crepúsculo pq TODA GENERALIZAÇÃO É BURRA.
    Se o nosso texto fosse tão ruim, você não teria perdido seu tempo o lendo.
    Muito Obrigada pela atenção :D

    ResponderExcluir
  8. a lale tem um blog *-*
    parabéns, blogar eh dom de poucos XD
    (e sempre vai ter uns ** no **** pra criticar.. )

    ResponderExcluir
  9. "E essa é a perspicácia da vida, poder transformar pequenas coisas em grandes momentos." Lindo, own :)

    ResponderExcluir